quarta-feira, agosto 04, 2010

Desde há muito que este blog tem sido diário e confessionário! Normalmente as pessoas gostam de ler o que escrevo, excepto quando se relaciona consigo. Este blog já viu três namoradas passar pela minha vida. Pessoas muito diferentes! Ainda não tinha escrito aqui sobre uma que "got away". Em todas as minhas relações procurei chegar ao fim da relação de consciência tranquila, com a certeza que tinha feito tudo bem. Pois bem, toda a regra tem excepção. Uma relação em que só me posso culpar a mim! Ninguém é perfeito e eu muito menos. O mais estranho nesta sensação nova é a perda. É o sentir que fiquei a perder! E isso é devastador. Diz-se que a vida continua. Talvez! Mas eu tenho esta memória enorme que não me deixará esquecer aquela que fugiu. Sentir-me-ei sempre um Sinnerman...

9 comentários:

Cláudia disse...

Apetece-te parar e reflectir. E então? Não há nada de mal nisso.

E, quando essa fase passar, a vida continuará por si própria, com um novo amor ou, quem sabe, com a que fugiu. Coisas mais estranhas já aconteceram no mundo, certo? ;)

(Olha, já agora e porque não me pareces nada o tipo de homem que se arrepende seja do que for - e muito bem! -, ela também fugiu porque assim o quis. Numa relação, it ALWAYS takes two to tango! Por isso, não te flageles muito.)

Poppy Papoila disse...

As opiniões são como as vaginas! Quem quer dá-las, dá-las!!!! Mesmo que não façam puto de ideia do que estão a falar!!!

Pekenina disse...

Uiiiiiii a música que aqui puseste...

Por aqui me fico.

Beijo

Francisco del Mundo disse...

Claudia, normalmente não me arrependeria, excepto quando sinto que fiz asneira. E este é um desses casos!
Beijo

Francisco del Mundo disse...

Poppy, essa frase é da Rute Remédios.. ahah Sim, é preciso estar por dentro para saber! O meu lado, e neste arrependimento, foi aqui expresso...
Baci

Francisco del Mundo disse...

Pekenina, pois, música de quem fez asneira e "don't know where to go to".. ahah
Beijo

Poppy Papoila disse...

Pois,não me referia á tua opinião!!!

Cláudia disse...

Eu entendi que estás arrependido, Francisco. Daí que ache que o tempo de reflexão é essencial. Mas, a minha "vagina" continua a ser que, sem a intenção dela em estar contigo, o arrependimento por si só não resolverá nada. (Desculpa se sou seca.) Espero realmente que tudo se resolva como queres e com quem queres. E espero mais desabafos teus, pois é um prazer ler-te.

Um óptimo verão, Francisco.

Profundo Olhar disse...

Perder e ganhar faz parte deste nosso ciclo de vida...Nem sempre ganhamos,nem sempre perdemos..
Importante mesmo são os laços que criamos pela nossa vida fora.

Um beijinho de saudades e bom fim de semana