sexta-feira, julho 27, 2007

A minha mãe faz hoje anos! A minha prenda para ela é este texto... Quem me visse a escreve-lo hoje de manhã no comboio, veria uma Madalena a chorar (valham os óculos de sol a tapar os olhos). Não é o meu texto mais bem escrito, mas é com certeza um dos que tem mais amor inserido...

Minha querida mãe,

mais ninguém te pode chamar assim com toda a propriedade, nem eu o poderei chamar a mais alguém com toda a verdade. Poderia usar da imaginação para tentar saber como foi a tua vida até ao meu nascimento, mas prefiro falar do que sei e isso são vinte e cinco anos de todos os bons sentimentos do mundo. Mãe, irmã, amiga, confidente, companheira, tudo isto na mesma pessoa. Foram muitos bons momentos, foram alguns maus momentos, mas foram sempre momentos em que te sabia lá. Não apenas a meu lado, mas à minha frente a proteger-me, atrás de mim a apoiar-me e comigo nos braços a acarinhar-me…
Sei não ser o filho perfeito. Mas por tua causa procuro sê-lo todos os dias. Quantas vezes pedi interiormente um irmão para que me ajudasse a fazer-te feliz. Por não o ter, tentei sempre cometer o menor número de erros para não te desgostar. Enquanto crescia tentei que, mesmo sendo filho único, o egoísmo não se apoderasse de mim, mas fazer tudo pelos outros como me ensinaste e personificaste…
E tentando nunca aborrecer-te com os meus problemas, desenvolvi uma independência que por vezes parece desinteresse. Nada disso. Se não falo contigo todos os dias, é justamente porque estás sempre comigo e sei que quando preciso posso voltar ao teu ninho. Ensinaste-me a ter asas e voar. Por isso voei para longe. Mas porque sempre soube que quando necessito, tenho a tua asa protectora…
E quantas vezes sofro por ti. Não esquecerei nunca o dia em que fui internado pela segunda vez e que tive de me fazer de forte porque vi os teus olhos marejarem. Não esquecerei o dia em que te vi no hospital, depois da operação, e quase comecei a chorar por te ver indefesa. Sim, porque me habituei a ver-te forte. A enfrentar o mundo com um sorriso. Espero ter herdado isso de ti. Essa coragem e determinação que faz com que “os anos por ti não passem”. Nem eu quero que passem. Quero que sejas eterna. Porque não sei como é a vida sem ti. Não sei se saberei viver sem a tua presença…
Sei que ainda tenho de te dar muita coisa. Dar-te uma nora com quem partilhes o teu humor, um neto com quem partilhes a tua doçura… Não te posso prometer quando te darei tudo isto, mas sei que entretanto te darei o meu amor incondicional. Estarei sempre aqui à distância de um chamamento. Diz-se que não escolhem filhos ou pais, mas eu sei que não ganharei a lotaria, porque já a ganhei há vinte e cinco anos quando o destino fez de ti a minha querida mãe…

19 comentários:

Jade disse...

parabéns à tua mamã. Elas são o melhor que temos cá!
(não li o texto agora mas prometo assim que puder)

beijos meu lindo e boa viagem ;)

Catwoman disse...

Linda declaração de amor filial!

ah e tal (c) disse...

Tinha mesmo que comentar...

É mto provavelmente O Amor mais puro e verdadeiro que temos na vida..

Lindo...

Teresa disse...

O sonho de qualquer mãe é ouvir (ou ler) da boca (ou da mão) de um filho, o seu amor por ela! Não tem valor,porque é verdadeiramente uma das relações mais fortes que algum dia conseguimos ter!
T
P.S.A minha filha tem 10 anos e na porta do nosso frigorifico colocou uma folha A4 onde se pode ler "AMO-TE",que aos 25 ela ainda me escreva palavras tão bonitas como as que, hoje, escreveste á tua mãe :D

Erotic Spirit disse...

... I'm crying ... beautiful...

big hug to u and your mommy for sure a great lady, congratulations to both of u and many more years of celebrations

:)

Nadia disse...

Tás duplamente desafiado no Ebuliente.

Francisco del Mundo disse...

jade, obrigado...
Beijo

Francisco del Mundo disse...

catwoman, acima de tudo sincera...
Beijo

Francisco del Mundo disse...

ah e tal, obrigado por comentares... Sabes que gosto de te ler. E sim, concordo com o que disseste...
Beijo

Francisco del Mundo disse...

Teresa, escreverá com certeza...
Beijo

Francisco del Mundo disse...

erotic, thank you.. She is a great Woman...:D
Kiss

Francisco del Mundo disse...

nadia, lá irei...
Beijo

Nadia disse...

Adorei o texto...de uma sinceridade e simplecidade... muitas vezes tentamos florear e acabamos por estragar.
O teu está magnifico!
Parabens a mamã.
Bj grande

Francisco del Mundo disse...

nadia, obrigado..:d
Beijo

Anónimo disse...

Amor de Mae...o unico amor perfeito ....estejas onde estiveres...descansa em paz....serás eterna...


Bonito e sentido o teu texto..

beijos.Francisco

Paula

Francisco del Mundo disse...

Paula, muito obrigado...
Beijo

Silvia disse...

Lindissimo...
Beijo

Just a Girl disse...

Alguém disse que educar um filho é o maior desafio de uma vida, serás certamente a sua grande realização. Parabéns atrasados e de coração, por tudo o que ela indirectamente nos deu.. ;)Só lhe faltam os netinhos ...LOL!

Andreia disse...

não me comovo com muitas coisas, mas ao ler isto (com muito atraso, enfim...)senti aquela lágrima...

beijo