quarta-feira, março 03, 2010

Eu Thomas Crown, Tu Catherine Banning... (parte 1)

Contigo sinto-me Thomas Crown! És a Catherine Banning que quero seduzir todos os dias. Adoro ter aquele sorriso malandro de quem joga o melhor jogo que existe. Um que não tem vencidos nem vencedores. Em que ninguém perde e os dois ganham. Em que a recompensa é a entrega mútua. O jogo da sedução. O jogo do amor.
Sou um Sinnerman, sê-lo-ei sempre, mas só contigo...

12 comentários:

carpe vitam! disse...

Ah, o prazer de jogar!....

(sem fazer batota!)

;)

Francisco del Mundo disse...

carpe, ora nem mais! ;)
Beijo

Pekenina disse...

Jogos desses é mesmo só com quem vale a pena. E como disse - e bem - a carpe vitam! "sem fazer batota!" :)

Beijinho

Francisco del Mundo disse...

Pekenina, "jogo com as cartas viradas para cima", como diz o Lobo Antunes... :D
Beijo

Pekenina disse...

É isso mesmo :)

Beijo

Zé das Cricas disse...

Jogar com o prazer é do melho que há!

Just a Girl disse...

O desafio, a audácia, a sedução de uma mulher senhora de si, mas que anseia por ser domada, arriscar tudo, o limiar do perigo..."Do you want to dance? Or do you want to DANCE?" Boa sorte;) bj gd

Francisco del Mundo disse...

Pekenina, nós nos entendemos.. :D ahha
Beijo

Francisco del Mundo disse...

Ze das Cricas, primeiro de tudo, que grande nome..ahhaha Segundo, bem-vindo! Terceiro, nada como jogar com prazer...
Abraço

Francisco del Mundo disse...

Just, tu conheces-me.. ;)
Beijo

Profundo Olhar disse...

Só passei para te mandar um beijo muito grande de saudades

Francisco del Mundo disse...

Profundo, e um beijo enorme para ti tb.. :)