sábado, novembro 08, 2008

video

Durante muito tempo disse que o meu fado preferido se chamava No teu poema e foi cantado pelo Carlos do Carmo, Dulce Pontes, Mafalda Arnauth e até a Azeituna! Mas apesar de ser cantado por fadistas, é mais uma canção ligeira. Há vários anos ouvi um fado! Sabia ser cantado por José Manuel Osório e que se chamava "Fado da Meia Laranja"! Não me lembrava da letra, mas sei que me tinha tocado. Pois bem, graças ao youtube e a este belo blog descobri-o. Um fado duro, cru, que fala sobre a droga, a Lisboa escondida, marginal, infernal. Ouçam e garanto que não ficarão indiferentes...

"Ali, à Meia-Laranja,


Meio-Inferno de Lisboa,


Onde a morte anda a viver


Há milhares de olhos baços


A vida tem tantos braços


Para a morte se esconder
....
Há punhais de infelicidade

Ali se mata a idade

no coração de Lisboa "

6 comentários:

Profundo Olhar disse...

Eu adoro fado,ando a ouvir Ana Moura,pena o fado ser tão triste.
um beijo com saudades

Francisco del Mundo disse...

profundo, tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é fado!!!:D
Beijo

Shelyak disse...

E fica-se de olhos grudados no monitor a ver tal vídeo...
Abraço que te deixo!

Francisco del Mundo disse...

grande shelyak, um abraço enorme para ti...

Pekenina disse...

Belo fado. O vídeo então está muito bom mesmo. Beijo

Francisco del Mundo disse...

pekenina, é um fado dificil mas bonito..
Beijo