sexta-feira, outubro 24, 2008

Uma Querida (com Q maiúsculo) Amiga (com A do tamanho do Mundo) fez este post e dedicou-me a mim! Ela postou uma música com uma letra muito bonita sobre as relações à distância. Pois bem, isto é o que acho...



Hey there Delilah
What's it like in New York City?
I'm a thousand miles away
But girl, tonight you look so pretty
Yes you do
Times Square can't shine as bright as you
I swear it's true


Substitua-se os nomes por Helena, Lisboa e Praça do Comércio e temos o quadro verdadeiro.

Hey there Delilah
Don't you worry about the distance
I'm right there if you get lonely
Give this song another listen
Close your eyes
Listen to my voice, it's my disguise
I'm by your side


Eu também lhe digo a ela para não se preocupar com a distância porque sempre que ela precisar de ouvir a minha voz, eu estou lá.

Oh it's what you do to me
Oh it's what you do to me
Oh it's what you do to me
Oh it's what you do to me
What you do to me


O que ela me faz é bem quando estou com ela...

Hey there Delilah
I know times are getting hard
But just believe me, girl
Someday I'll pay the bills with this guitar
We'll have it good
We'll have the life we knew we would
My word is good


Neste momento de facto a distância faz mal, mas sei que um dia não a guitarra mas outra coisa qualquer vai fazer com que consigamos estar juntos.

Hey there Delilah
I've got so much left to say
If every simple song I wrote to you
Would take your breath away
I'd write it all
Even more in love with me you'd fall
We'd have it all


Não são canções, mas são cartas, são escritos, e tanta coisa ainda por dizer.

A thousand miles seems pretty far
But they've got planes and trains and cars
I'd walk to you if I had no other way
Our friends would all make fun of us
and we'll just laugh along because we know
That none of them have felt this way
Delilah I can promise you
That by the time we get through
The world will never ever be the same
And you're to blame


De facto há aviões, comboios e carros! Já usei os dois últimos e se fosse preciso também ia a pé. Mas teria sempre que voltar, e neste momento é esse o problema. E quando pudermos ficar juntos, o nosso mundo não será o mesmo. Será melhor!

Hey there Delilah
You be good and don't you miss me
Two more years and you'll be done with school
And I'll be making history like I do
You'll know it's all because of you
We can do whatever we want to
Hey there Delilah here's to you
This one's for you


Quero que ela se porte bem e que as saudades minhas não a façam sentir mal. Não sei se são mais dois anos, mas espero que menos. Eu vou tentar fazer história, não através da música, mas quem sabe das palavras. E sem dúvida que este post é para ela...

12 comentários:

Rita Brito disse...

Gosto tanto dessa musica!!

Francisco del Mundo disse...

rita, bem-vinda!Espero que voltes...:D
Beijo

Belota disse...

Oh Francisquinho, eu acho que se a Helena ler este teu post tão querido, vai até ao Norte a pé...

beijinho muito, muito grande :)

Francisco del Mundo disse...

belota, a Helena leu! Não precisa de vir a pé... Um dia estaremos no mesmo sítio!:D
Beijo enorme

Maria disse...

Sei do que fala... Vivo há um ano, uma situação semelhante com alguém também de Lisboa. Engraçado, pensar que o comboio em que vou leva mais gente que vai ao encontro da felicidade!
(Para quando, a criação de um passe para o alfa?)

Shelyak disse...

Abraço, rapaz!
:)

Francisco del Mundo disse...

maria, acredita que o alfa junta muita gente...:D E de facto deveria ser criado um passe...:D
Beijo

Francisco del Mundo disse...

shelyak, abraço enorme...:D

Pekenina disse...

Francisco cá estou de novo depois de algum tempinho "off-blog". Essa música é realmente muito bonita e a letra toca bem fundo. Aposto que conseguiste esboçar um grande sorriso na Helena :) Vale a pena não vale? :D

Beijinho*

Francisco del Mundo disse...

pekenina, ela disse-me que sim...:D
Beijo

Calucifer disse...

http://www.imeem.com/dearprudence/music/ys1_PjUD/bryan_ferry_the_way_you_look_tonight/ dá-lhe esta música de presente.

disse...

Saudades e muito boas recordaçoes, foi o que senti neste momento...;)
Adorei os teus coments pelo meio...;)