quinta-feira, outubro 05, 2006

"Decidiu chegar atrasado... Não era seu hábito, mas desta vez quis que ela esperasse. Queria-a bem ansiosa, expectante, desafiadora, provocante. A esplanada tinha pouca gente, talvez pela tarde encoberta, e por isso reconheceu-a logo. Estava de costas e só podia ver o cabelo solto pelos ombros. Gostava da suavidade da camisola azul clara, bem enquadrada com a luz tépida do dia. Teve uns metros para imaginar o que fazer, o que dizer...
Decidiu parar atrás dela, tapar-lhe os olhos e sussurrar ao ouvido «E se de repente, um desconhecido lhe soltasse a imaginação...».
Rodou sobre ela com o sorriso aberto. Ela era como tinha imaginado. Calma, sorridente, com uma pitada de marotice... Era tremendamente excitante agora que ela estava à sua frente! Deu-lhe dois beijos, demorando um pouco mais no segundo, de modo a sentir o perfume suave mas adocicado. Sentou-se na cadeira vazia ao lado dela e trocaram palavras introdutórias. A conversa foi deslizando na boca, mas correndo como um rio tormentoso nos olhares. Sentia no olhar dela uma proposta, que era aceite pelo seu olhar. A adrenalina, o desejo, a aventura, começava a a rebentar nos pensamentos dos dois. Depois de confirmarem ao vivo a pulsão que já existia antes, começava a haver uma atracção irresistível entre os dois. Perguntou-lhe se tinha vindo de carro, e ela assentiu com a cabeça. Um sorriso no canto da boca dela foi a deixa final. Ele pediu a conta e levantou-se. Estendeu-lhe a mão e disse: «A partir de agora, estamos apresentados. Posso ir embora ou fazermos o que ambos queremos...». Ela levantou-se e disse: «Que desperdício seria ires embora agora...»

17 comentários:

Catwoman disse...

Que desperdicio realmente... Devemos sempre aproveitar as coisas boas que a vida nos proporciona, os momentos bons, deliciosos, apaixonantes, que fazem aquele friozinho na barriga e aquele sorrisinho estupido no rosto... Nada de desperdicios!...

Silvia disse...

Que grande desperdicio realmente...
A que saber aproveitar todos os momentos que a vida nos dá:-)

Just a Girl disse...

"Do you want do dance or..do you want do dance ?" :)

Francisco del Mundo disse...

Cat, concordo a 100%... Espero que a menina aproveite o seu proprio conselho...:D

Silvia, grande verdade... Mas será que fazemos isso no dia a dia?:D

Just, descobri...:) Foi uma referencia obvia!:P

Silvia disse...

Pois o problema é que não o fazemos e não sabemos aproveitar esses momentos.

Francisco del Mundo disse...

Sabemos...:D

Silvia disse...

Será que sabemos? Hummm...:-)

Catwoman disse...

Francisco, eu não falo da boca para fora... aproveitei o que pude... e foi bom... tão bom, enquanto durou, mas depois perdi... e é isso que lamento, porque nem a amizade ficou. Um dia destes faço as pazes com esta situação. Fica bem. :-)

Just a Girl, disse...

Foi propositado...:P Mais vale uma lágrima pelo que acabou ...do que duas delas,pelo que nunca se teve a ousadia de pedir ... :D

Francisco del Mundo disse...

Cat, sei que farás... Porque o tempo é das melhores coisas para avaliarmos as situações...

Just, melhor ainda é acabar sem lagrimas, mas com um sorriso...:D

Just a Girl disse...

Acabar ? Eu ainda nem comecei! hihihihi! Não era pessoal...

Francisco del Mundo disse...

Mas eu tb estava a falar na generalidade...:D Ahahahha
Há que começar então...:P

Just a Girl disse...

Hihihihi...na natureza nada se perde.... ;)

Francisco del Mundo disse...

Acho bem...

Um Belo Momento ou Não disse...

Uau... de repente senti um deja vu...

Francisco del Mundo disse...

E foi um deja vu bom?

psique disse...

foi um dejavu optimo... já passou...;)