sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Um dos meus melhores amigos, irmão que não tive, escreveu um texto de raiva e pediu-me para publicá-lo se tivesse qualidade. Qualidade?? Toda! Porque é escrito com as emoções à flor da pele...

São Canibais d’Almas...

O sangue que corre nas ruas já cobre a pedra mais alta da calçada. Estamos no meio duma guerra social pautada pela ausência de valores. Acredito com toda a certeza que a arma deve ser a ultima ferramenta usada para resolver um conflito, e é com a mesma certeza que digo estar na altura de apontar canhões ao inimigo. Para tudo há um limite, e o meu é o ponto de ebulição da alma. Inchado de vapores, aponto arsenal a um inimigo que é meu semelhante, e frequentemente falso amigo. São pessoas, enfermas de valores ou até mesmo privadas dos mesmos, não sabem o que querem ou sequer o que fazem. São casais que se separam depois duma vida conjunta, namorados que se traem, pessoas famintas de sexo sem compromisso que se comprometem alimentando falsas paixões com múltiplos parceiros. É contra estes Canibais d’Almas que se deliciam de banquete em banquete, pejando as ruas de sangue sangrado por almas débeis e por vezes inocentes que me revolto. Parem para pensar e compreendam que do outro lado estão pessoas que respiram, sentem, e sangram como todas as demais. Ganhem espinha, e respeito pelo semelhante. Lembrem-se da Roma entregue ás putas e ébrios que culminou na queda dum império. Será pura coincidência as semelhanças com os tempos de crise que passamos?! Perdoe quem lê, o meu português rude, mas nesta guerra ganha quem mais fode. Pois que fodam, mas que se fodam sozinhos ou uns aos outros. Poupem os poucos que ainda sabem o que é viver em comunidade e que valorizam a confiança no próximo.
Atenta canibal incauto, que também tu podes ser comido sem contemplação. E mais não digo.

Gonçalo Gomes

4 comentários:

Eternity disse...

O teu amigo tem razão ... :D Mas não quer dizer que toda a gente é assim hoje em dia!!
Há sempre excepções que confirmam a regra!!

inês disse...

Dá raiva nisso...

Gomez disse...

O Gonça não podia estar mais certo...

Infelizmente há cada vez mais pessoas assim... Amigos que só são amigos qd lhes interessa...

Felizmente q ainda há algumas pessoas verdadeiras neste mundo (n muitas)...

Abraço

Anónimo disse...

Como te disse, há já algum tempo atrás, quando apenas te considerei meu "amigo internauta", o texto/pensamento do Gonçalo é exacto e preciso. A realidade é essa. Mas convenhamos que temos a oportunidade de ainda conseguir sonhar. Eu sonho, mesmo acordada, para me sentir melhor neste mundo em que vivemos. Fico mais feliz quando conheço pessoas que são boas e não... más. As tuas palavras fazem-me falta. Meu bom amigo Francisco. SC.